Menina do céu cor de rosa

Existem pessoas que não gostam de ler. Outras devoram livros independente da situação. Decidi levar meu livro para ler a caminho da faculdade, pois passei praticamente 6 meses sem explorar nenhum e preciso urgentemente mudar isso. A leitura abre portas. Principalmente quando se é escritor.

Acordar 5:30 não torna-se um fardo quando se pode ver o sol nascer todos os dias. Aquele céu iluminado por tons rosados e azuis encantadores fazem a calmaria da alma, pode dizer -talvez- que o dia valeu a pena apenas por aquele momento. Às vezes há nuvens, eu amo quando o céu esta pingado por elas, com várias uma ao lado da outra formando feixes da luz do sol. A maior tela que existe. A segunda coisa mais linda que já vi.

Agora sentada no ônibus, ao lado da janela. Não gosto de sentar sem ser ao lado da janela em ônibus lotado, as pessoas que estão em pé te empurram com suas bolsas enormes e inconvenientes ( esses dias, a propósito, tive vontade de bater em uma moça que fez isso. Extremamente desconfortável).

Abaixo os olhos fixamente em meu livro “os olhos do dragão”, de Stephen King. ( No momento estou lendo três livros. Este, Querido John de Nicholas Sparks e Sobre a escrita, também de King. Sei que vou demorar um tanto para acaba-los, até porque costumo ler apenas nessas viagens de ônibus. Mas por algum motivo desconhecido senti vontade de fazer isso) Nunca li nada dele, não gosto de terror, este que estou lendo é fantasia e o outro o titulo faz jus. 

Leio um tanto, confiro as cores mescladas do céu, e quando volto a leitura percebo de canto de olho que o homem ao meu lado esta com a cabeça um tanto curvada para o livro. Sabe aquela história de você sentada no ônibus, lendo, e alguém ao seu lado começa ler seu livro? Eu estava na parte ainda não-macabra de King. Quando o futuro rei e seu amigo novo de classe baixa competiam em seus sacos de batata. O marca página estava em cima das escritas que eu não estava lendo, e como se em um pedido mental do rapaz, retirei para que ele também pudesse acompanhar. Divertido compartilhar a história com alguém dessa forma. Como eu havia dito no inicio, existem pessoas que devoram livros. Inclusive os alheios.

Agora com o céu já claro, descendo o ônibus e caminhando ao meu próximo destino, me dei conta de que ainda existem pessoas interessadas em boas histórias. E sem que ele soubesse (Não lhe vi o rosto, nem lhe perguntei nome) esta em uma delas.


11 comentários que me fazem sorrir:

Wagner Schadeck disse...

PARA LARISSA

Alegria de minha alma,
Conjugas ternura e calma.

W. S.

Andreia Morais disse...

«A leitura abre portas», concordo totalmente!

r: Isso também é verdade ahahah

Elvira Carvalho disse...

Ora bem, aqui está uma pessoa que já devorou livros. Lembro que li o exorcista numa viagem de avião Lisboa-Luanda. Hoje escrevo muito mais do que aquilo que leio, muito embora nas férias recentes, tenha lido O Plano Infinito de Isabel Allende.
Um abraço e bom fim de semana

Adriana Leandro disse...

Ler é uma viagem sem sair do lugar. Eu gosto de ler no ônibus e sempre tem alguém que quer dar uma espiadinha. Bjus!

galerafashion.com

Juliana Ferreira disse...

Ler é minha aventura preferida, vou e volto de um mundo novo com o desejo de quero mais!

Beijos
http://pimentasdeacucar.blogspot.com.br/

Mariane disse...

Ler é tão bom, amo <3
Beijo

Dicas para Todas

Rafa Oliveira disse...

Não existe nada mais prazeroso nessa vida do que ler um bom livro,pois o mesmo permite explorarmos e imaginarmos histórias e acontecimentos interessantes.

Páginas em Preto

Beijos

Caroline Silva disse...

Seus textos são ótimos!!! Eu não consigo ler assim em qualquer lugar, qualquer coisa me tira a concentração, é bem ruim isso... porque ler é tão bom pra passar o tempo né, mas só consigo fazer isso no meu quarto mesmo! :/
Bj

simplesmentecarol.com

Pérola disse...

Sempre bom ler.

Gosto muito.


Beijinhos

Nathy Alcantara disse...

Pessoas que gostam de ler ♥
Não sabia que você gostava. Tenho um pouco de curiosidade de ler o King, mas não sei, tenho um pouco de preconceito, sabe?! Adoro os livros do Nicholas, adoro um drama e os livros deles são, na maioria, tão nostálgicos.
Estava com saudades daqui. Prometo não sumir mais.
Abraço,
http://juliet-in-crisis.blogspot.com.br/

Antonio Batalha disse...

A Verdade Em Poesia, está a tentar visitar a todos os seus seguidores,
para deixar abraço amigo e agradecer por termos ficado juntos mais um ano,
desejar também que este ano lhe traga muitas alegrias, e grandes vitórias.
Atenciosamente. António.
PS. tive de seguir outra vez porque estava sem foto, ou sem endereço.