Matheus

Metade do mês de março e nós ainda sentados nesse sofá. Tanta coisa lá fora, Matheus, por que é que não vamos fazer algo de útil dessa vida. Eu tenho que te esperar, não sei ir sozinho. Ao menos de migalhas de pão para aquele passarinho que canta toda manhã na tua janela. Sei que é tua única felicidade ouvi-lo cantar, deveria o compensar.

Todo dia é a mesma coisa. Tu levanta dessa cama arrastando-se até o banheiro, depois come qualquer porcaria na cozinha e senta naquele sofá até tudo acabar. A noite mal se alimenta, deita a cabeça no travesseiro e se aproveita do sono que sempre vem te acompanhar.

Deixa dessa vida miserável, Matheus. Pega o sorriso e diz que ele ainda teu. Vamos caminhar na praça, onde tudo que é tristeza passa assim que o sol bate na cara da gente e diz gritante, ‘tu ainda ta vivo’. Chega de ser tão agonizante, chega dessas uvas passas horríveis que joga de pouco pra eu comer achando que gosto. Digo-te que odeio, mas como pra não ficar um gato tão esquelético, já que caquético tu me deixou.


Tu precisa correr pelas ruas, eu preciso das minhas arvores para escalar, juro que nunca mais mato passarinho, nem rato. Mas tu precisa sair desse inferno, e deixar que eu viva também. Maldade tua te fazer tanto mal. Deveríamos ir até o quintal. Mas se não for, ficarei aqui contigo, não sou o tipo de gato que abandona um amigo. 

Boa tarde leitores, tenho três novidades. Primeira: Comecei faculdade de medicina veterinária, texto inspirado em animais que lidarei muito de agora em diante hahaha. Segunda: Minha prima fez um blog, seria bem legal se vocês visitassem, se chama Romântica leitora e é ótimo. Fala sobre livros e afins. Vale a pena dar uma olhada. Terceira: Tenho uma hamster agora. Coisa mais linda, vejam ela aqui. É isso.

16 comentários que me fazem sorrir:

✿ chica disse...

Adorei o texto,lari! E que bom que iniciaste esse lindo curso! Boa sorte! beijos, tudo de bom e vou ver tua prima! chica

Andreia Morais disse...

Adorei o texto, está muito bonito!
Parabéns por teres entrado na faculdade :)

r: É verdade, não podemos perder a fé

Layanne Eduarda disse...

Amei o texto, e realmente, muitas vezes a gente se preocupa tanto com coisas do nosso dia que esquecemos os bichinhos que temos :(

É um curso ótimo, e que eu também faria.

Layanne Eduarda disse...

Amei o texto, e realmente, muitas vezes a gente se preocupa tanto com coisas do nosso dia que esquecemos os bichinhos que temos :(

É um curso ótimo, e que eu também faria.

Rafa Oliveira disse...

Lindo o texto e muito sucesso na faculdade.

Páginas em Preto

Beijos

Suzana disse...

Seu texto ficou doce como todos os outros! Você lê pensando em alguma coisa e depois reviravolta, incrível! Parabéns pela sua escolha e sucesso!! Vou conferir o blog e o bichinho <3

Edna disse...

Prima você escreve tão bem, seus textos são ótimos. Não desanime de fazer o que você gosta e que te faz feliz ! Beijos <3

Adriana Leandro disse...

Que bom que esta fazendo faculdade de veterinária. As vezes nos concentramos nos nossos problemas que esquecemos de nossos bichinhos de estimação. Bjus!

Elvira Carvalho disse...

Parabéns pala entrada na Faculdade. E claro que vou a blogue da prima.
Bonito hamster. Tive um parecido. São uns amores mas a vida desde é muito curta e deixam a gente com uma saudade enorme.
Um abraço

Juliana Ferreira disse...

Muita sorte na faculdade e parabéns! Te desejo tudo de bom!

Beijos
http://pimentasdeacucar.blogspot.com.br/

Aline Teles disse...

Muito sucesso na faculdade. Gostei muito do seu texto. Adorei a imagem (sou fã dos gatinhos). Beijinhos.

Ricardo Monteiro disse...

Ótimo texto Lari. Amigo que amigo fica perto todas as horas. Mesmo um gatinho.

Boa tarde, bjos

Ozymandias Realista disse...

Vai sorrir e visitar o meu blog?
http://ozymandiasrealista.blogspot.com.br/

Pérola disse...

Quanta novidade boa.

Beijinhos

Andreza Paixão-Christian Girl disse...

AH QUE LEGAL QUE VAI COMEÇAR COM A FACULDADE, FICO FELIZ POR VC :D
http://dezapaixao.blogspot.com.br/

ONG ALERTA disse...

Sempre podemos ter novas conquistas sorte beijo Lisette.