Mal humor da criança


A criança hoje acordou de mal humor. Resolveu tomar um nescau quente aquecido pelo micro-ondas cheio de tecnologia. Pelou a língua, chorou porque doeu, droga de dia. Logo vestiu o uniforme amarelo, que por sinal achava muito feioso. Foi para frente do espelho que ficava no banheiro, molhou e penteou os cabelos, percebeu a cara de sono e desanimo. Nem se despediu de ninguém, estavam todos dormindo, só pegou sua mochila e foi para a escola que ficava quase na esquina. Tropeçou no meio do caminho, caiu, um colega riu.

Mais que péssimo dia, tão novo e já querendo desaparecer pra nunca mais viver. Até que conhece uma outra criança, que lhe ajudou a levantar, perguntou se estava bem, e lhe fez companhia este e os outros dias.

Ela o cativou,conquistou e mudou, tornando as outras manhãs simpáticas. Havia um segredo que guardava somente para si... Seus dias andavam melancólicos, seu pai havia falecido há alguns dias, estava sendo difícil para superar, até que o encontrou caído e com cara de choro. Resolveu ajudar e foi assim que conseguiu seguir os dias sorrindo e animada.

Coloriu a criança mal humorada, e sua própria vida.  Agora um precisava do outro. De mãos dadas seguiram o caminho que restava para chegar á escola, ambos de uniformes amarelos e deselegantes, mais desta vez, felizes.

12 comentários que me fazem sorrir:

CesãoMecanico disse...

Que lindo moça! *--* aposto que voce se identifica com algo que esta neste conto HAHA c: (aprendi isto contigo)

CesãoMecanico disse...

Que lindo moça *--* aposto que tem algo neste conto que tu se identifica HAHA' (aprendi isto contigo) c:

Aninhawr disse...

Sério, to apaixonaaada pelo seu blog! Muito bom, parabéns mesmo <3
Já to seguindo!
www.likesosweet.com.br ! beijo !

Kawã Galvão disse...

Viu, como eu faço pra escrever bem assim?!
Gosto tanto da forma como você escreve, por trás de todas palavras a um sentimento.
Beijão

Isabely Rodrigues disse...

Amei o texto.
http://fasesdegarota.blogspot.com.br

Carol Bortolo disse...

obrigada pela ótima dica Lari.. fico mto feliz q tenha gostado do meu texto. bjos

http://quemderaserpoeta-1503.blogspot.com

Carol Bortolo disse...

Lari, eu gostaria d saber d uma coisa... onde vc conseguiu esse lindo template para seu blog?? pode me passar o site?? bjos.

Luíza disse...

OIIIIIIIIIEEEEEEEE!!!

I'm back! Você achou mesmo que eu fosse te abandonar? Nunca a abandonaria (o computador que me abandonou -_-' Meses sem internet)!!

Como sempre: amei o texto, me identifiquei. Você consegue colocar no papel (ou na tela)pensamentos de formas subliminares - ou não - transcrevendo ideias que o mundo tem medo de mostrar. Esse é o verdadeiro papel de um verdadeiro escritor.

Beijos, senti sua falta!

http://luizaemseumundo.blogspot.com.br/

Luíza disse...

OIIIIIIIIIEEEEEEEE!!!

I'm back! Você achou mesmo que eu fosse te abandonar? Nunca a abandonaria (o computador que me abandonou -_-' Meses sem internet)!!

Como sempre: amei o texto, me identifiquei. Você consegue colocar no papel (ou na tela)pensamentos de formas subliminares - ou não - transcrevendo ideias que o mundo tem medo de mostrar. Esse é o verdadeiro papel de um verdadeiro escritor.

Beijos, senti sua falta!

http://luizaemseumundo.blogspot.com.br/

AquilesMarchel disse...

belo conto

a tristeza pode sim ir passear por ai e um pouco e alegria quem sabe esperança tomar conta no passar de horas
conto breve e simples
como eu gosto

Sr. Reticente disse...

Esse e o anterior me remeteram a "Up - Altas Aventuras", como mencionaram tb!

;o)

Rick disse...

E importante é ser feliz. Pra que ter elegância e todas essas frescuras se eu posso simplesmente deixar os "bons modos" de lado e sorrir.

Bonito. "_"