Cruz

Qual é o verdadeiro significado da páscoa? A muitos anos atrás depois de Adão e Eva desobedecerem, Deus criou uma lei que o pecado seria pago com a morte (Romanos 6:23) . Com isso a humanidade precisava de um intercessor, um sacerdote puro, que permanecia dentro de um templo sagrado onde só ali, com alguém totalmente devoto a Deus, poderia ser feito sacrifícios de animais, e orações para que segundo a lei, seus pecados fossem cobertos pelo sangue daquele animal.

Deus, com sua soberania, decidiu mandar ao mundo seu filho que é semelhante a Ele. Assim como Adão, Jesus veio de uma forma perfeita e humana provando que Adão poderia não ter pecado. É claro que Deus tem poder de simplesmente ter apagado com o sopro de vida, e criado outro ser humano, mas isso feriria sua própria santidade e justiça. Pois Ele mesmo decretou leis, e cumpriu a risca enviando um Grande Cordeiro, nosso Jesus.

Jesus veio ao mundo para que estivéssemos livres do pecado. Para que não precisasse mais dos intercessores, e sim livre acesso a Deus através de oração, também sem precisar sacrificar animais. Nascendo de uma virgem (Mateus 1-23) , que gerou através do Espírito santo, recebeu sopro de vida santo, assim como Adão. Cresceu na humildade, nada de ouro e brinquedos caros, mostrou para o mundo que mesmo sendo o Messias ama os pecadores, cuidou de leprosos, comeu com pessoas que não mereciam nada.

Ele amou o mundo de tal forma que mesmo se encontrando humano, que é totalmente propício ao pecado, resistiu as tentações (Mateus 4- 1 ao 11) com 40 dias sem comer- jejuando- sabia qual era seu propósito em Deus e não se entregou a tentação. Mas se entregou para que tivéssemos a vida eterna. Já que o preço do pecado é a morte, e a descendência de Adão e Eva seria de pecadores, foi preciso enviar Jesus para que morresse e derramasse seu sangue para nos lavar de nossos pecados.

Então acima de todas as dores, Jesus sofreu acusações que não eram dele, foi humilhado, cuspiram nele, mutilaram nosso Messias sem piedade. Quando estava pregado na cruz, sentindo horríveis dores físicas, sangrando, teve a capacidade de perdoar outro que estava sendo morto junto a Ele. Perguntou pra Deus se estava abandonado, mas em nenhum momento reclamou de ter sido escolhido, não desistiu por amor a todos nós que somos tão ínfimos diante de sua glória. Mas tudo isso aconteceu para que se cumprisse o propósito de Deus na vida de cada um de nós. Depois de sua morte, ao terceiro dia voltou a terra ressuscitando, provando mais uma vez que é o Filho de Deus. Essa é a verdadeira páscoa, nosso Cordeiro que morreu para nos salvar da morte eterna. E se Jesus tivesse fraquejado? E se desistisse de tudo? Afinal ele era carne, assim como nós somos. Não existiria vida eterna, viveríamos e morreríamos sem propósito algum na vida. Sem misericórdia.

As pessoas se sentem vazias e tentam buscar algo que as preencham, mas sempre sentem-se novamente assim. Elas não compreendem toda grandeza de Deus, todo o sacrifício que Ele fez para que tivéssemos através de Jesus a vida eterna. Todos nossos pecados foram pagos na cruz, não existe mais acusação para aqueles que aceitaram que Jesus morreu por nós, não precisamos de sacerdotes pois o véu foi rasgado, o sangue do Grande Cordeiro foi derramado, antes não tínhamos acesso a Deus através da oração, agora  podemos orar livremente, a qualquer momento, mesmo continuando pecadores o pecado foi coberto, e não podemos deixar de dar gloria a Deus por ser imensamente misericordioso conosco. Sua misericórdia é tanta, que se preocupa com seres como nós, que não merecem nada, mas temos tudo o que precisamos sem ao menos perceber. Somos pequenos, porém grandes com Ele. É preciso reconhecer o sacrifício, é maravilhoso pensar o tanto que Deus nos ama e quer que estejamos com Ele.


1 comentários que me fazem sorrir:

✿ chica disse...

Lindo texto,Lari!

Feliz e abençoada Páscoa ! bjs, chica